SP da cultura

SP do teatro: BLINK

Com Ligia Paula Machado e Eduardo Pelizzari
De Phill Porter
Tradução e Adaptação Francisca Braga
Direção: Kleber Montanheiro
Em cartaz no Espaço Promon, aos domingos às 19h, temporada só até 12 de junho!

image

(Foto: Divulgação)

A atriz Ligia Paula Machado, após 04 anos dedicada exclusivamente ao teatro musical (O Primo Basílio e Lisbela e o Prisioneiro) volta aos palcos, atuando no suspense Blink, do premiado escritor Phil Porter.

A peça estreou em Londres em 2012 e arrebatou diversos prêmios e críticas por onde passou. Inédito aqui no Brasil, com direção de Kleber Montanheiro, que além de Ligia conta no elenco com o ator Eduardo Pelizzari.

O espetáculo conta a história do relacionamento de Jonas e Sofia, dois jovens solitários. Jonas foi criado em uma fazenda no norte do Reino Unido. Seus pais fazem parte de uma seita religiosa protestante, por isso de seu nome e de seu hábito de sempre ler a Bíblia, quando as coisas não estão boas. Sofia foi criada só pelo seu pai, um advogado, depois que a mãe os abandonou quando ela tinha apenas dois anos. Isto explica a sua fascinação em figuras paternas.

Com a morte de seu pai por causa de câncer no pâncreas, Sofia herda os dois apartamentos da família. Resolve alugar o apartamento do andar de baixo, enquanto continua morando no andar superior. Ambas as residências têm entradas separadas e dividem somente o jardim.

image

(Ligia como Sofia, Eduardo como Jonas e a participação especial do violinista Jonatan Motta ~ Foto: Rafael Gushiken / São Paulo da garoa)

Jonas se muda para Londres e aluga o apartamento inferior, para se aproximarem Sofia envia para ele uma tela de vídeo que está ligada a um monitor de bebê com Wi-Fi.  A partir disso, Sofia passa a viver na frente da câmera do monitor para que Jonas possa vê-la e participar do seu dia a dia.

A peça tem o seu quê de situação perversa, mas também apresenta um lado cômico. Retrata uma Londres fria e solitária para se viver, onde este tipo de contato indireto é melhor do que viver só.

Porter fala sobre questões de invisibilidade social, alienação tecnológica, e principalmente da vergonha e do prazer do voyeurismo e da perseguição consensual. Como diz no texto “Ser vigiada torna as coisas mais atraente de alguma maneira, mesmo as coisas mais simples.”

Nesta montagem a concepção de figurinos, cenografia e desenho de luz fica totalmente a cargo de Kleber Montanheiro.

 


SERVIÇO

Espaço Promon

ENDEREÇO: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1830 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04543-900
INGRESSOS: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)
VENDAS PELA INTERNET: www.ingressorapido.com.br

DURAÇÃO: 70 min
GÊNERO: Suspense e romance
CLASSIFICAÇÃO: Livre
DATA: Até 12/06 (Domingos sempre às 19h)
Site: http://www.blinkoficial.com.br
Facebook.com/BlinkBR
Instagram.com/Blink_Oficial

image

(Foto: Divulgação)

 


Fonte: Site Oficial Peça Blink
Agradecimento especial a Ligia Paula Machado!

The following two tabs change content below.
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa!

Comentários

Comentários