Entrevista: Bruno Garcia e elenco de musical

SP da cultura

Bruno Garcia está na terra da garoa com musical voltado para toda a família

image

(Bruno Garcia e elenco em cena ~ Foto: Rafael Gushiken)

O ‘Livro de Tatiana’ é uma Dorothy, é uma Alice, ou seja, uma garota que passa por uma espécie de portal, vive uma aventura mágica e volta para a realidade, com a sua memória recuperada e amadurecida, só que a diferença nessa história é que, a bruxa é a própria Tatiana, não existe uma vilã de fora, como a Rainha de Copas ou a Bruxa do Oeste, porque nós somos os próprios vilões das nossas histórias.

Assim nos relata o ator e diretor Bruno Garcia, famoso das novelas, teatro e cinema, sobre o seu musical O Livro de Tatiana em cartaz no Teatro Porto Seguro e que escreveu em meados dos anos 90 motivado pela vontade de fazer uma peça inteligente e de conteúdo para jovens:

E é isso que eu quis trazer para o palco, uma ausência de maniqueísmo, justamente para trazer uma discussão mais nobre para o teatro, não é porque é voltado para um público infantil que temos que fazer sempre um ‘conto de fadas’, nada contra, mas eu sempre tive vontade de fazer uma coisa moderna.

Além da autoria e direção, Bruno também é responsável pela composição de todas as músicas com sonoridade anos 60 e 70 de Mutantes a The Doors, e assim nos conta como foi o seu primeiro contato com o universo infantojuvenil e com os musicais:

image

(Bruno Garcia em cena ~ Foto: Rafael Gushiken)

Eu comecei a minha carreira fazendo espetáculos de excelência para criança e que envolvia música, então, eu tinha que cantar.

Quando se fala em musical, vem muito à mente das pessoas, os musicais da Broadway, que tem uma certa estética, quase uma ‘gramática’. E eu tô chamando de musical porque tem música, mas eu tenho uma banda de rock em cena para ajudar com a história.

Tanto que, para quem está acostumado a ver os musicais padrões, sabe que a banda e/ou a orquestra não divide o palco com os atores, e em O Livro de Tatiana, a primeira coisa que se repara é a presença constante da banda interagindo com o elenco. E sobre a estética que escolhera, ele explica:

Tem essa mistura de elementos, os músicos que são ‘pop’, o elenco que é uma galera jovem com uma estética mais de rua, um lance ‘street’.

image

(Tietando o ator na entrevista exclusiva ~ Foto: Rafael Gushiken)


~ Apresentando o elenco ~

image

(Bruno Garcia e elenco em cena ~ Foto: Rafael Gushiken)

Em cena, ao lado de Bruno Garcia, estão Dani Moreno, Maria Bia, Isabella Moreira e Lucas Lentini. Integram também o time Fabio Caniatto, Lisi Andrade, Natalia Gonsales, Rafael Leidens, Warley Santana e bonecos e marionetes da Companhia de Inventos, feitos por Bernardo Rohrmann e Renata Franca. A trilha sonora é executada ao vivo pela Banda Armonika, composta por três músicos e uma vocalista, que fazem parte de toda a trama.

Isabella é a protagonista Tatiana, uma pré-adolescente vivendo o desabrochar de sua feminilidade latente:

image

(Tietando a atriz Bella Moreira, que interpreta a protagonista Tatiana ~ Foto: Rafael Gushiken)

Eles estavam precisando de uma garota para a Tatiana, e foi o Marco Griesi (coordenador cultural do Teatro Porto Seguro) que me indicou para o Bruno, pois já havia feito um musical aqui, e pensei comigo: ‘gente, eles sabem da minha existência?’ (risos)

Foi no encontro para a leitura do roteiro que fui aceita, e eu já tinha gostado pra caramba do texto, uma coisa muito maluca, e quando vi o Bruno falando sobre o ‘Livro de Tatiana’, nossa, é mágico mesmo!

Maria Bia é a Tina, personagem da melhor amiga de Tatiana:

image

(Tietando a atriz Maria Bia, que interpreta Tina, a amiga da protagonista Tatiana ~ Foto: Rafael Gushiken)

Já conhecia o Bruno da Globo, do trabalho que fiz em ‘O Sexo e as Negas’ (De Miguel Falabella), mas foi a produtora Priscila Prade que me convidou para esse espetáculo, e o diferencial dele é que eles tiveram um cuidado de produção, porque geralmente quando se faz teatro para público infantil, não há um acabamento, deixa no ‘mais ou menos’ que tá bom, e em ‘Livro de Tatiana’ isso não ocorre.

É um espetáculo que os pais irão gostar de assistir com os seus filhos, é inteligente, muito bonito visualmente, e com aquela história (contos de fadas) que já foi contada várias vezes, mas nós contamos, passamos de uma forma diferente.

Lucas Lentini é o Felipe Café, o “amor secreto” de Tatiana:

image

(Elenco no dia da coletiva para imprensa ~ Foto: Rafael Gushiken)

A Priscila Prade que me convidou para a leitura do roteiro, e também, para o Bruno me conhecer, e as coisas foram acontecendo e quando fui perceber, já estávamos para estrear o espetáculo.

E é isso que eu quis trazer para o palco, uma ausência de maniqueísmo, justamente para trazer uma discussão mais nobre para o teatro, não é porque é voltado para um público infantil que temos que fazer sempre um ‘conto de fadas’, nada contra, mas eu sempre tive vontade de fazer uma coisa moderna.

0

~ Outros projetos envolvidos com o musical ~

O Livro de Tatiana envolverá outras extensões artísticas, como o álbum com as músicas da peça já comercializado, alguns produtos utilizando as ilustrações feitas por Maureen Miranda, que foi a responsável pela identidade visual de tudo, e também, a ilustradora literária do livro que está para ser lançando em breve.

imageimage

(Produtos com as ilustrações de Maureen Miranda e o “Livro dos Desejos” em que o público poderá deixar escrito o seu pedido ~ Fotos: Rafael Gushiken)


~ Serviço ~

Todas as idades são contempladas para esse espetáculo, é um infantojuvenil feito para gente grande pois toda a produção foi cuidada com teatro adulto de excelência. Não deixe de conferir!

image

(Após o espetáculo, o público pode fotografar com o elenco ~ Foto: Rafael Gushiken)


Serviço: O LIVRO DE TATIANA

E é isso que eu quis trazer para o palco, uma ausência de maniqueísmo, justamente para trazer uma discussão mais nobre para o teatro, não é porque é voltado para um público infantil que temos que fazer sempre um ‘conto de fadas’, nada contra, mas eu sempre tive vontade de fazer uma coisa moderna.

1
image
image


Teatro Porto Seguro (508 lugares)

E é isso que eu quis trazer para o palco, uma ausência de maniqueísmo, justamente para trazer uma discussão mais nobre para o teatro, não é porque é voltado para um público infantil que temos que fazer sempre um ‘conto de fadas’, nada contra, mas eu sempre tive vontade de fazer uma coisa moderna.

2

E é isso que eu quis trazer para o palco, uma ausência de maniqueísmo, justamente para trazer uma discussão mais nobre para o teatro, não é porque é voltado para um público infantil que temos que fazer sempre um ‘conto de fadas’, nada contra, mas eu sempre tive vontade de fazer uma coisa moderna.

3

 


Rafael Gushiken é o idealizador do São Paulo da garoa, que consiste em ser um projeto colaborativo ou um coletivo de divulgação do cotidiano paulistano por meio de várias expressões artísticas. Conheça o Instagram.com/spdagaroa e o Facebook.com/spdagaroa. Use a hashtag #spdagaroa se for fazer cliques nas mídias sociais!

Agradecimentos a todos da produção do espetáculo e a todas da Morente Forte Assessoria de Imprensa!

The following two tabs change content below.
Redação SP da garoa
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa! Tudo sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da nossa terra da garoa.

Comentários

Comentários

Tagged