SP da história

‘Dadinho‘, o doce do IV Centenário

image
Reprodução

Como a imagem mostra, abordaremos uma curiosidade histórica pouca conhecida sobre o Dadinho, um doce dedicado a comemorar os 400 anos de São Paulo.

Nascido como nome de “IV Centenário”, o doce acabou caindo no gosto popular com a alcunha de “Dadinho” que adotou como nome oficial do produto. Feito de amendoim, suas maiores homenagens estão em sua embalagem, e são elas:


HOMENAGEM 01 ~ A Cor Prateada


O tom adotado pelo fabricante faz clara referência aos papéis triangulares que foram jogados dos céus na festa do IV Centenário que eram prateados.

image
Triângulos de papel jogados de aviões na festa do IV Centenário, no ano de 1954 (Reprodução)

HOMENAGEM 02 ~ O Símbolo No Círculo Azul


Ao mesmo tempo em que os Dadinhos passam por nossas mãos diariamente, poucas pessoas se dão conta que o maior “fracasso” de Niemeyer é visto por nós e passa despercebido.

Chamada de “Voluta Ascendente”, a obra não conseguiu se manter em pé devido ao seu “ousado” desenho.

Embora o finado arquiteto sustente que ele apenas projetou o desenho e que ela nunca foi concebida, a foto de inauguração do Ibirapuera mostra o contrário.

Mais do que isso, a lembrança do Dadinho acabou eternizando, sem querer, a maior “falha” do arquiteto.

image
Obra ‘fracassada’ de Niemeyer, a Voluta Ascendente (Foto e montagem: Reprodução)

HOMENAGEM 03 ~ O Nome IV Centenário


Na própria embalagem do doce é possível ver o nome “IV Centenário” escrito sobre uma faixa amarela. Essa, com certeza, é a maior referência à cidade de São Paulo, afinal, como explicado, ele foi criado justamente para essa comemoração.

image
O nome “IV Centenário” na embalagem (Reprodução)

Colaboração de Abrahão de Oliveira. Aproveite para conhecer o nosso grupo no Facebook, clique aqui e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!

The following two tabs change content below.
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa!

Comentários

Comentários