SP ilustrada

Eduardo Kobra supera o próprio recorde para o maior mural do mundo

A obra de 5.742 m² está sendo realizada na rodovia Castelo Branco, o dobro do tamanho do mural “Etnias – Todos Somos Um’, o qual ele realizou no ano passado, para as Olimpíadas sediada na cidade do Rio de Janeiro, e havia entrado para o “Guinness, Livro dos Recordes”

Novo mural de Eduardo Kobra nessa vista panorâmica da Rodovia Castelo Branco (Cine Del Valle)

O muralista brasileiro Eduardo Kobra está produzindo em Itapevi, cidade da região metropolitana de São Paulo, o “Maior Mural do Mundo”, que terá a extensão de 5.742 metros quadrados!

Mural “Etnias Todos Somos Um” localizado no Boulevard Olímpico, RJ, e que entrou para o Guiness World Record (Divulgação)

A obra ocupa todo um imenso paredão às margens da rodovia Castelo Branco (km 35), em um prédio que será o centro de distribuição e sede administrativa da empresa Cacau Show. No entanto, quem passar de carro por essa rodovia, já poderá ver a nova criação de Kobra.

O novo mural iniciado no dia 15 de fevereiro, terá quase o dobro do tamanho do “Etnias – Todos Somos Um”, pintado por Kobra em 2016 no Boulervard Olímpico do Rio de Janeiro, com cerca de 3 mil metros quadrados e que entrou para o Guinness World Record, o Livro dos Recordes.

Com previsão de término para esse mês de abril de 2017, ele conta que “a proporção é inacreditável, é um grande desafio fazer essa nova obra”.

 


O processo criativo

Eduardo Kobra em frente ao “Maior Mural do Mundo” (Cine Del Valle)

O “Maior Mural do Mundo” mostra uma única cena do processo de produção do cacau:

“Fizemos um estudo para que a arte seja facilmente vista pelas pessoas que passam de carro na rodovia Castelo Branco. Percebemos que não seria possível colocar várias cenas ou personagens”,

diz o artista, que acrescenta:

“Antes de cada obra que faço, há sempre muita pesquisa, como no caso recente da pintura sobre Anne Frank (‘Let me be myself’ – ‘Deixem-me ser eu mesma’), quando li ‘O Diário de Anne Frank’, assisti a dezenas de documentários e visitei a Casa de Anne Frank, em Amsterdã. Para este novo mural, a intenção original era viajar para a região amazônica e observar várias cenas do processo produtivo do cacau, mas depois de perceber que seria melhor uma única cena, usamos como inspiração uma fotografia de Lailson Santos, do livro ‘O Cacau É Show’, escrito por Alexandre Costa, presidente e fundador da Cacau Show.”

E segundo Alexandre Costa, receber um mural de Eduardo Kobra é mais um marco na história da empresa, “é extremamente valioso para nós, a arte de Kobra é marcante, autêntica e torna o dia das pessoas mais felizes, o que se encaixa perfeitamente com a filosofia e proposta da Cacau Show, que busca sempre proporcionar surpresas e experiências memoráveis para todos”.

 


REVEJA a nossa entrevista exclusiva com o muralista EDUARDO KOBRA, na ocasião da inauguração do mural da avenida Faria Lima: clique aqui!

 


 

Perfil ~ Eduardo Kobra

Divulgação

É um expoente da neo-vanguarda paulistana. Seu talento brota por volta de 1987, no bairro do Campo Limpo com o pixo e o graffiti, atribuídos ao movimento hip hop, que se espalhava pela cidade.

Com os desdobramentos que a arte urbana ganhou em São Paulo, ele derivou com o Studio Kobra, criado em 95, para um muralismo original e inspirado em muitos artistas, especialmente nos pintores mexicanos e no design do norte-americano Eric Grohe, e sendo assim, Kobra se beneficiaria das características de artista experimentador, bom desenhista e hábil pintor realista.

Desde 2006 já foram entregues cerca de 30 murais em avenidas e ruas de sua autoria. Tornou-se conhecido pelo seu projeto “Muro das Memórias”, no qual faz releituras de cenas da São Paulo antiga, como o muro de 1.000 m² na avenida 23 de maio que foi entregue para a cidade, em seu aniversário de janeiro de 2009. No de 2013, Kobra fez a impressionante obra “Oscar Niemeyer” na avenida Paulista.

Eduardo Kobra começou como pichador, tornou-se grafiteiro e hoje se define como um muralista. Ele também sempre se dedicou a outros projetos, como surpreendentes obras em 3D e o “Greenpincel” que mostra (ou denuncia) imagens fortes de matança de animais e destruição da natureza.

O projeto mais recorrente dele é o “Olhares da Paz”, onde destaca as personagens que marcaram a história, em diferentes áreas, como Albert Einstein, Nelson Mandela, Madre Teresa de Calcutá, Abraham Lincoln, Maya PlisetskayaSalvador Dali, Basquiat, Frida Kahlo e Andy Warhol.

 


Rafael Gushiken é idealizador e editor-chefe do São Paulo da garoa, portal colaborativo que divulga o cotidiano paulistano por meio de várias expressões artísticas. Seu perfil pessoal é o @rafagushi, administrador e curador das fotos compartilhadas no @spdagaroa, marcadas via a #spdagaroa, e nessa plataforma Instagram, representa uma notável comunidade virtual dos apreciadores e experts de fotografia.

Aproveite para conhecer o nosso grupo no Facebook, clique aqui e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!

The following two tabs change content below.
Rafael Gushiken
Rafael Gushiken é o idealizador e editor-chefe do São Paulo da garoa, portal colaborativo que divulga o cotidiano paulistano por meio de várias expressões artísticas. Seu perfil pessoal é o @rafagushi, administrador e curador das fotos compartilhadas no @spdagaroa, marcadas via a #spdagaroa, e nessa plataforma Instagram, representa uma notável comunidade virtual dos apreciadores e experts de fotografia.
Rafael Gushiken

Latest posts by Rafael Gushiken (see all)

Comentários

Comentários