SP da cultura SP ilustrada

Elephant Parade SP 2017, os “elefantinhos” na terra da garoa

Clique de @rafagushi/@spdagaroa no perfil oficial @elephantparadebrasil (Reprodução Instagram)

Elephant Parade consiste em uma exposição a céu aberto nas grandes cidades com esculturas de elefantes, no tamanho real de um bebê do animal, e decoradas por artistas locais.

O propósito é de conscientização para a preservação dessa espécie, pois como procedimento, ao final de cada exposição, as esculturas dos bebês elefantes são leiloadas e parte da quantia arrecadada é destinada à filantropia local, a projetos de preservação dos elefantes e aos artistas participantes.

Na terra da garoa, a edição da Elephant Parade São Paulo 2017 (#elephantparadesp) “aterrizou” nesse mês de agosto, com 85 esculturas espalhadas pelas principais vias da cidade, como as avenidas Paulista e Faria Lima, e que já vêm causando comoção nas pessoas, pois muitas já compartilharam isso nas redes sociais (veja algumas fotos abaixo).

Até o dia 31 de agosto os “elefantinhos” ficarão expostos nas ruas de SP, em setembro todos estarão reunidos no Shopping Ibirapuera, e por fim, em outubro ocorrerá o leilão beneficente no Hotel Tivoli Mofarrej.

Por @kallelgomes na avenida Paulista
Por @kallelgomes na avenida Paulista
Por @kallelgomes na avenida Paulista
Por @kallelgomes na avenida Paulista
Por @kallelgomes na avenida Paulista
Por @edson_nagase na avenida Paulista
Por @edson_nagase na avenida Paulista
Por @glaucobelliboni na avenida Paulista
Por @glaucobelliboni na avenida Paulista

Onde encontrar os elefantes?
🐘🐘🐘 Clique aqui! 🐘🐘🐘


Como tudo começou

Mike Spits, o holandês fundador da Elephant Parade International® (Divulgação)

Vale a pena saber como a Elephant Parade foi idealizada.

Tudo começou com os holandeses Marc e Mike Spits, pai e filho, que fundaram a iniciativa em 2006.

E por qual motivo?

Eles estavam em férias na Tailândia (país asiático), onde Marc conheceu um bebê elefante chamado Mosha, que havia perdido sua perna depois de pisar numa mina terrestre.

Mosha inspirou Marc e Mike a criarem a Elephant Parade, como os próprios justificam:

Mosha, o bebê elefante da Tailândia que inspirou a criação da iniciativa (Divulgação)

Queríamos fazer algo estrutural, algo que seria rentável no longo prazo. Esta é a única maneira em que nós podemos fornecer ao elefante um futuro sustentável”.

Já em 2007, a primeira exposição foi realizada em Roterdã e depois foi para a capital Amsterdã, na Holanda.

Amigos do Asian Elephant Hospital, a “casa” da Mosha em Lampang, foi uma das primeiras organizações a receber contribuições geradas pelo evento e até hoje continua a receber fundos para cuidar da mascote da Elephant Parade.

 


Fonte: Site Elephant Parade São Paulo 2017
*Colaborou para a matéria: Rafael Gushiken

Aproveite para conhecer o nosso grupo no Facebook, clique aqui e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!

The following two tabs change content below.
Roberta Landeweerd
Roberta Landeweerd, 30 e poucos, publicitária, natural de São Paulo, é a nossa correspondente internacional. Residindo na Holanda desde de 2013, é a idealizadora do projeto Holandesando que tem o objetivo de mostrar à comunidade brasileira, a cultura e o cotidiano do país além da capital Amsterdã.

Comentários

Comentários