SP da cultura

Jaloo: Se a Björk tivesse nascido no Pará

O músico Jaloo tocou hits do seu disco “#1″ e faixa inédita na “#BlazeYourself“, festa de lançamento da linha Blaze da Ray-Ban

Jaloo na festa #BlazeYourself da Ray-Ban que ocorreu no Rooftop5, Instituto Tomie Ohtake (R. Gushiken / SP da garoa)

O show do músico paraense Jaloo surpreendeu quem caiu de paraquedas na festa de lançamento da linha de óculos Blaze, da Ray-Ban, na noite deste sábado (25), no terraço (Rooftop5) do Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.

“Mas que tipo de som ele toca?”,

perguntou uma dessas frequentadoras de festas private que não conhecia o músico.

“É uma mistura de tecnobrega, pop e música brasileira”,

respondeu outra garota, que tentava explicar o estilo do cantor.

Talvez a melhor definição seja a de um comentário postado em um clipe de Jaloo no Youtube: “Se a Björk tivesse nascido no Pará”. E é essa mistura de carimbó que faz do som do músico algo tão interessante, diferente da maioria desses novos nomes da MPB.

Nascido Jaime Melo em Castanhal, no Pará, Jaloo também impressiona com sua estética carregada de elementos pop, o que lhe rendeu comparações com artistas como a Björk e Lady Gaga.

Além disso, ele ficou conhecido na internet por fazer versões inusitadas para hits. Ele já juntou Flora Matos com MIA, transformou a “Wreckin Ball” de Miley Cyrus em “Bai Bai” e “abrasileirou” músicas de musas como Beyoncé e Grimes.

Jaloo na festa #BlazeYourself da Ray-Ban que ocorreu no Rooftop5, Instituto Tomie Ohtake (R. Gushiken / SP da garoa)

Durante o show, o cantor, compositor e produtor tocou músicas de seu disco de estreia “#1, lançado em 2015.

“Esse disco tá rendendo, né? Faz dois anos que tá rendendo”,

disse Jaloo. Na época do lançamento do álbum, o blog especializado em resenhas Miojo Indie disse que desde a estreia do Cansei de Ser Sexy, em 2005, “um registro pop brasileiro não parecia tão divertido, descomplicado e aberto aos mais variados públicos”.

Ele ainda tocou uma música inédita, que deve estar no próximo trabalho, com previsão de sair em 2018. Ano que vem deve ser lançado também o filme “Paraíso Perdido”, de Monique Gardenberg, com participação do músico no elenco, ao lado de Seu Jorge e Erasmo Carlos.

A festa #BlazeYourself da Ray-Ban contou ainda com DJ set do duo de música eletrônica Tropkillaz e dos DJs Millos Kaiser e Trepanado, da festa Selvagem.


~ CONFIRA as fotos📸 da cobertura São Paulo da garoa ~


Este slideshow necessita de JavaScript.


~ VEJA trechos do show🎤 do Jaloo ~


Inscreva-se no canal Youtube.com/c/rafagushiClique aqui!


*Resenha publicada originalmente no site Palco Alternativo: clique aqui
**Matéria relacionada: “Ray-Ban #BlazeYourself, marca de óculos de sol lança nova linha em evento gratuito


Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
Natasha Ramos é colaboradora da editoria musical e assuntos relacionados no São Paulo da garoa. Suas paixões são Johnny Thunders, Hunter Thompson, "músicadaboa" e seu violão. Ela também é editora e idealizadora do portal Palco Alternativo.

Comentários

Comentários