SP da história

Joias dos Prédios de São Paulo, a arquitetura paulistana em forma de joia

Depois do sucesso dos três volumes da publicação “Prédios de São Paulo” que cataloga os edifícios mais icônicos e importantes da cidade, o seu idealizador Matteo Gavazzi, lança novo projeto inspirado nas belezas e particularidades da arquitetura paulistana, o Joias dos Prédios de São Paulo.

As peças são fabricadas artesanalmente, com prata e pedras naturais, e assinadas pela arquiteta e designer de joias Livia Monteiro, que tem nas construções mundo afora a grande inspiração para seu trabalho; e Diego Saraiva, formado em Design de Joias pelo Istituto Europeo di Design (IED).

A coleção tem como ponto de partida detalhes arquitetônicos de edifícios emblemáticos da capital paulista, tendo como recorte os estilos Eclético, Art Déco e Modernista. Veja a seguir:


~ Eclético ~


A arquitetura eclética tem suas referências estéticas bem marcadas no Centro antigo de São Paulo, evidenciada em edifícios como o Palacete Chavantes, o Tribunal de Justiça e o Edifício Guinle:

(Reprodução site Refúgios Urbanos)

Abaixo as joias inspiradas nas estruturas arquitetônicas ecléticas dos edifícios exemplificados acima – Coleção Eclética das Joias dos Prédios de São Paulo:

(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)

~ Art déco ~


O estilo art déco se faz presente em construções igualmente emblemáticas da região central, como o antigo Banco de São Paulo, o Saldanha Marinho e o Santa Elisa:

(Reprodução site Refúgios Urbanos e Wikimedia Commons)

Abaixo as joias inspiradas nas estruturas arquitetônicas do art déco dos edifícios exemplificados acima – Coleção Art Déco das Joias dos Prédios de São Paulo:

(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)

~ Modernista ~


Já a linguagem modernista, amplamente difundida na cidade, pode ser facilmente reconhecida em prédios como o Conjunto Nacional, na Av. Paulista, e os edifícios Copan, no Centro, e Lausanne, em Higienópolis:

(Reprodução site Refúgios Urbanos e Wikimedia Commons)

Abaixo as joias inspiradas nas estruturas arquitetônicas mordernistas dos edifícios exemplificados acima – Coleção Modernista das Joias dos Prédios de São Paulo:

(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)
(Reprodução site Partio)

 

O projeto foi viabilizado via financiamento coletivo em plataforma online de arrecadação.

(Vídeo de lançamento da campanha “Joias dos Prédios de São Paulo”, com Matteo Gavazzi, Diego Saraiva e Livia Monteiro)


Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
Prédios de São Paulo
Criada em 2014 por Matteo Gavazzi, de 29 anos, a iniciativa cataloga imagens e informações históricas de edifícios da capital paulista. Já foram publicados, na página do Facebook e em dois volumes da série de livros Prédios de São Paulo, relatos descomplicados sobre aproximadamente 300 edificações. Um verdadeiro documento histórico e colaborativo sobre a memória e o patrimônio de São Paulo. Integram hoje a equipe: Matteo Gavazzi, Milena Leonel, Ana Clara Queiroz, Carolina Mossin e Emiliano Hagge.
Prédios de São Paulo

Latest posts by Prédios de São Paulo (see all)

Comentários

Comentários