28ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo de 2024 une multidão em celebração à diversidade e acessibilidade

destaques SP do turismo

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

28ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, realizada no dia 02 de junho de 2024, domingo, na Avenida Paulista, consolidou mais uma vez a reputação do evento, um marco na luta por igualdade e promoção da diversidade, além de ser considerada a maior parada do Orgulho LGBT+ do mundo. Nesta edição, a ParadaSP se destacou pelas medidas de acessibilidade que garantiram a participação mais confortável de pessoas com deficiência.

A 28ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo trouxe um forte tema político-eleitoral, clamando por um “basta de negligência e retrocesso legislativo” e incentivando um “voto consciente por direitos da população LGBT+”. O evento deste ano também propôs a “reapropriação das cores da bandeira do Brasil”, que nos últimos anos haviam sido associadas à extrema direita, resgatando a bandeira nacional em nome do amor e da alegria. Com verde e amarelo fora do armário, milhares de pessoas lotaram a Avenida Paulista, transformando a Parada em um ato político contra o conservadorismo.

Em um evento marcado pela felicidade, beijos e amor, a manifestação evitou ataques partidários ou confrontos e foi um dos maiores protestos políticos recentes, e em contraste com a raiva imposta pela extrema direita mostrou que, enquanto um lado se apropriou da bandeira em nome do ódio, o outro a resgatou com positividade e inclusão. A frase “a gente está resgatando o que é nosso” ecoou fortemente entre os participantes, reforçando a importância do movimento para a comunidade.

Além da luta pelos direitos e da reapropriação simbólica, a Parada LGBT+ também levantou a bandeira da sustentabilidade. Em parceria com a Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB) e a Secretaria Executiva de Limpeza Urbana (SELIMP), cerca de 580 pessoas participaram da limpeza e zeladoria necessárias para a realização do evento. Com veículos, cestos aramados, papeleiras, Pontos de Entrega Voluntária e dois contêineres, a parceria com a Cooperativa Central Tietê garantiu a coleta de resíduos recicláveis durante todo o percurso.

Essa ação não só facilitou o processo de reciclagem, como também ressaltou a importância da mesma, dos catadores e da educação ambiental.”, conclui Nelson Matias Pereira, presidente da ParadaSP.

Acessibilidade para Todos:

  • Espaços Inclusivos: Uma área reservada e acessível, equipada com banheiros químicos adaptados, proporcionou um ambiente acolhedor para pessoas com deficiência e seus acompanhantes.
  • Banheiros Acessíveis: Ao longo do percurso da Parada, diversos banheiros químicos acessíveis foram disponibilizados, garantindo conforto e praticidade para todos os participantes.

Transporte Facilitado:

  • Serviço ATENDE: O serviço de transporte especializado ATENDE facilitou o acesso à área de concentração do evento na Avenida Paulista para pessoas com deficiência, garantindo uma experiência mais tranquila e inclusiva.

Comunicação sem Barreiras:

  • Intérpretes de Libras: Uma equipe de 12 intérpretes de Libras, em duplas nos trios elétricos, garantiu a tradução simultânea para pessoas surdas, enquanto outros profissionais ficaram à disposição para atendimento individualizado.
  • QR Codes para Libras: QR Codes em postos médicos, pontos de polícia e unidades de serviço direcionavam para a Central de Interpretação de Libras, facilitando a comunicação para pessoas surdas.

Suporte Médico Especializado:

  • Atendimento Personalizado: Postos médicos preparados para atender pacientes ostomizados, incluindo gestão de resíduos e higienização, garantiram um atendimento completo e humanizado.

Ala Acessível no Cortejo:

  • Apoio Integral: Uma ala acessível entre os trios elétricos, com equipes de apoio, profissionais de acessibilidade, bombeiros e seguranças, proporcionou uma experiência segura e agradável para todos os participantes.

Profissionais Capacitados:

  • Equipe de Acessibilidade: Uma equipe formada por 25 pessoas, incluindo membros de empresas especializadas, secretarias de estado e municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a diretoria da APOLGBT-SP, coordenador, produtores e voluntários, garantiu a acessibilidade em todos os aspectos do evento.

Transmissão Acessível:

  • Tradução em Libras ao Vivo: A transmissão ao vivo do evento contou com tradução em Libras realizada por uma equipe de 5 profissionais, garantindo que a mensagem da Parada fosse acessível a todos.

Mais de 100 Pessoas Beneficiadas:As áreas reservadas na Avenida Paulista e na Ala do Cortejo atenderam em torno de 100 pessoas, entre pessoas com deficiência e seus acompanhantes, demonstrando o compromisso da Parada com a inclusão e a acessibilidade.

Patrocinador Master: Amstel

Patrocinadores: TERRA, VIVO

Co Patrocinadores: L’Oréal Groupe 

Apoio: Philip Morris do Brasil, Amstel VIBES, 3M, Burger King, B. Council, Zurich, Accor, Warner Music

Apoio de Comunicação: FOME, Climatempo

Apoio Institucional: Prefeitura da Cidade de São Paulo,  Gov SP

Realização: APOLGBT-SP
Assessoria de Imprensa: Pevi 56

A parada e a SPTuris

A São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos da Prefeitura da Cidade de São Paulo), via contrato com a Secretaria Municipal de Turismo, desempenha um papel fundamental na organização e no fornecimento de infraestrutura para o evento, como ambulâncias, banheiros químicos, barricadas, cavaletes, cones, geradores, grades, pias portáteis, placas metálicas de fechamento, tendas, torres de observação, kits lanches, águas, carregadores, seguranças, agentes de limpeza e de apoio ao trânsito e apoio operacional.

O Observatório de Turismo e Eventos, vinculado à SPTuris, também realiza pesquisa de público. O último estudo, feito durante a Parada de 2023, com 1.217 pessoas, identificou que o perfil predominante do público pode ser definido pela seguinte persona: homem (49,8%), gay (38,3%), cisgênero (86,8%), branco (50,9%), entre 18 e 24 anos (33,7%), residente na capital paulista (58,1%). Do total de 41,9% dos entrevistados que não eram da capital, 0,7% representou o número de turistas internacionais.

O gasto médio por pessoa no evento foi de R$ 130,45 e o gasto médio do turista durante estadia na cidade (média de 3 pernoites) foi de R$ 1.106,00. Com outras atividades além da Parada foram gastos 23% com gastronomia; 21% com vida noturna/bares; 17,5% com compras; 12% com teatro/cinema/show. Ainda em 2023, durante o feriado em que o evento foi realizado, a estimativa média geral de ocupação nos hotéis foi de 71,8%.

A Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo é considerada uma das maiores do mundo e traz muita gente do interior e de outros estados, que fazem juntos um megaevento. Grandes eventos como este, atraem o interesse das pessoas também pela programação cultural e gastronômica paulistana e a cidade ganha a partir dessa movimentação financeira . Ou seja, a Parada está alinhada com os objetivos da SPTuris, de apoiar eventos que projetem a imagem de São Paulo, movimentem a economia e gerem empregos”, afirmou Gustavo Pires, presidente da São Paulo Turismo.

Além da SPTuris, outros órgãos municipais estão envolvidos no evento, como as secretarias de Direitos Humanos e Cidadania, de Saúde, Pessoa com Deficiência, Segurança Urbana, Subprefeituras e Cultura, a Companhia de Engenharia de Tráfego e SPTrans.

Semana da Diversidade 2024

A cidade de São Paulo recebeu vários eventos para celebrar o mês do orgulho LGBTI+ na semana do dia 30/05 a 02/06 de 2024. Na quinta-feira (30/05), aconteceu a Feira Cultural da Diversidade LGBT+, no Memorial da América Latina. Em sua 23ª edição, tem o objetivo de promover a economia criativa, a geração de renda e a cultura LGBT+. Durante a Feira, uma equipe da Coordenação de Políticas para LGBTI+ recebeu currículos para inserção de pessoas da comunidade LGBTI+ nas próximas ações de empregabilidade.

Na sexta-feira (31/05), no Largo do Arouche, aconteceu a 7ª Marcha do Orgulho Trans. A Marcha, que acontece há seis anos, já é considerada a maior manifestação de protagonismo de Travestis, pessoas Transgêneros Binárias e Não Binárias da América Latina. O evento já contou com presenças de Majur, Jaloo, Cidão Furacão, DJ Kiara Felippe e os blocos Bloco Ilú Obá de Min, Bloco Feminista e Bloco Siga Bem Caminhoneira, e muito mais.

Já no sábado (01/06), o Parque Villa Lobos recebeu a Corrida do Orgulho LGBT+, que faz parte do calendário oficial da semana da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, promovendo a democratização do esporte e celebrando a diversidade.

E por fim, no domingo (02/06), a Parada Gay (LGBT) tomou conta da Avenida Paulista e rua da Consolação. A 28ª edição reuniu milhares de pessoas, contou com mais de 16 trios elétricos e teve na programação diversos shows, entre eles Pabllo Vittar, Glória Groove e Filipe Catto.

Sobre a ParadaSP

ParadaSP – Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) é uma ONG, sem fins lucrativos, fundada em 1999. Detém a marca Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, que acontece desde 1997 na Avenida Paulista. Parte desses participantes, como Nelson Matias, fundou a ParadaSP, que, desde então, cresceu com a ajuda de voluntários. A Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo tornou-se a maior do mundo, amplificando as vozes da comunidade LGBT+ e possibilitando que a ParadaSP realizasse outros eventos militantes.

Clique nas imagens e siga-nos no Instagram @spdagaroa!

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa! Tudo sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da nossa terra da garoa.

Comentários

Comentários

Tagged