Como os imigrantes influenciaram a culinária brasileira?

SP da gastronomia

Saiba como algumas nacionalidades se estabeleceram no Brasil e popularizaram as suas iguarias típicas ao nosso paladar.

Foto de capa: 23ª Festa do Imigrante no Museu da Imigração em SP (Reprodução/Rodrigo Lopes) | Texto: Publipost*

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

O Brasil é uma das maiores nações do mundo, sendo que os hábitos alimentares de norte a sul são muito variados. Isso se dá, não só pela distância, mas também pelos diferentes movimentos imigratórios que o país sofreu ao longo da história.

Hoje é possível encontrar no Brasil, diversas receitas populares que foram trazidas por imigrantes, ou seja, em todo o território, houve influências de diversas culturas que se estenderam na culinária brasileira.

Abaixo, mostramos algumas dessas influências:

1/7- A influência africana

Dendê. (Reprodução/Divulgação Petrobras)

O Brasil teve um enorme fluxo de escravos vindo da África, o que formou grande parte da descendência brasileira. A base da alimentação era feijão, milho, aipim, mandioca e peixes. Contendo também algumas frutas tal como a laranja e a banana. Os escravos também popularizaram o óleo de dendê e o leite de coco. Um dos pratos mais típicos é o cuscuz feito com mandioca e peixes.

2/7- A influência portuguesa

Quindim. (Reprodução/Vanessa Acioly)

O Brasil foi uma das mais importantes colônias de Portugal, por isso, a influência portuguesa no Brasil é imensa, não só se fala a mesma língua como também se transferiu muitos dos hábitos alimentares. O quindim é uma das sobremesas portuguesas mais famosa no Brasil, enquanto o caldo verde faz sucesso todo os invernos. E por fim, a herança gastronômica portuguesa mais presente no dia a dia dos brasileiros é o bacalhau, servido especialmente na forma da bacalhoada, que é um prato muito tradicional em todo o Brasil durante a Páscoa e também na noite de Réveillon.

3/7- A influência italiana

Macarrão. (Reprodução/Entre Tulipas)

Foram os italianos que fizeram com que as massas e a farinha de trigo se tornassem parte da culinária brasileira. O macarrão está para os brasileiros assim como o arroz e o feijão. No mundo dos doces, o sorvete se tornou popular.

4/7- A influência alemã

Cerveja alemã. (Reprodução/Belisario Roldan)

Os alemães se concentraram mais na região sul do Brasil fazendo com que a cerveja, as carnes de porco e as batatas se tornassem bastante popular por lá. Eles também trouxeram as salsichas, a mortadela e o toucinho.

5/7- A influência espanhola

Paella do Restaurante Paellas Pepe, localizado na região do Ipiranga (zona sul de SP). (Divulgação)

Assim como dos italianos e alemães, herdamos dos espanhóis o hábito do consumo de embutidos, como o jamón, espécie de presunto cru curado. Entre as receitas mais populares que foram incorporadas à nossa culinária, está a paella, que é um prato feito à base de arroz (espécie de risoto) com ingredientes, como legumes, carne de caça, frutos do mar, frango e chouriço. E como sobremesa incorporada, está o churros.

6/7- A influência japonesa

Sushi. (Reprodução/Piririviana)

Quando os japoneses chegaram no Brasil, eles sofreram para se adaptar à realidade brasileira, em torno do ano de 1907, mas aos poucos os seus hábitos alimentares se tornaram mais aceitos e hoje mais de 100 anos depois não há um brasileiro que não tenha comido pastel e até mesmo sushi. Os brasileiros aderiram aos alimentos japoneses para terem mais qualidade de vida utilizando por exemplo: a soja, as algas, o broto de feijão entre outros. A comida japonesa é um extremo sucesso no Brasil com restaurantes em todo o território nacional.

7/7- A influência árabe

Esfirra do Habib’s. (Reprodução/Divulgação)

Em meados do século XIX, o Brasil recebeu vários árabes do Líbano e da Síria, os quais achavam que iriam para os Estados Unidos, pois para eles, era tudo América. Por aqui, encontraram uma terra muito próspera e cheia de oportunidades. Tanto que hoje, é muito comum consumirmos quibe, tabule, esfirra, babaganuche, húmus e arroz estilo árabe. Uma das maiores redes de restaurantes estabelecidas, com quase 500 unidades em todo o nosso território, é o Habib´s.

Clique nas imagens e siga-nos no Instagram @spdagaroa!

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa! Tudo sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da nossa terra da garoa.

Comentários

Comentários

Tagged