MADE (Mercardo.Arte.Design) reproduz em fotos a mostra do MoMA no pavilhão Bienal

SP ilustrada

Maior plataforma de incentivo ao design autoral do Brasil, o MADE (Mercardo.Arte.Design), chega em sua 6ª edição no conceito “indústria, design e consumo”, e reproduz em fotos a mostra original de 1939 realizada no MoMA com a curadoria do arquiteto Philip Johnson, o qual trouxe em primeira mão o design industrial dentro de uma instituição de arte.
Foto capa: Panorama MADE 2018 no Pavilhão da Bienal (Massimo Failutti)

O design autoral

De 27 de junho a 1º de julho o Pavilhão da Bienal, em São Paulo, abrigará o melhor do design colecionável durante a sexta-edição da MADE (Mercado.Arte.Design) promovida pela quinta vez consecutiva com o apoio do Bradesco Private Bank, que assina também a premiação do evento (Massimo Failutti)

A MADE (Mercado.Arte.Design), primeira e maior feira de design colecionável da América Latina, chega a sexta edição reafirmando seu compromisso como principal vitrine autoral do país.

Com patrocínio master do Bradesco Private Bank, entre os dias 27 de junho e 1º de julho, peças exclusivas dos mais de cem expositores nacionais e internacionais tomam conta do Pavilhão da Bienal, em São Paulo. São intervenções inéditas, designers, galerias, talks e exposições que fomentam a cultura do design no Brasil e reafirmam a credibilidade do evento.

Da esquerda para direita: Waldick Jatobá, Bruno Simões e Elcio Gozzo – principais idealizadores do MADE (Massimo Failutti)

A curadoria de conteúdo do evento, assim como a seleção dos expositores, é feita pelos sócios Waldick Jatobá e Bruno Simões. A organização conta ainda com conselho consultivo participativo composto por Claudia M. Salles – designer e arquiteta, fundadora do Estudio CMS; Marcio Kogan – arquiteto fundador do studio mk27; Corinna Sagesser – empresária; Maurício Eugênio – publicitário e Jorn Konijn – curador, consultor de desgin holandês e fundador da empresa This must be the Place.

Conexão Nova York – São Paulo no conceito “indústria e a sua relação com o design e consumo”

Para 2018, o tema definido do MADE 2018 é “Machine Art after Philip Johnson”, inspirado na exposição de 1934 realizada no MoMA, Museu de Arte Moderna de Nova York (EUA), com curadoria do arquiteto Philip Johnson (Massimo Failutti)

Com temáticas anuais relacionadas ao universo criativo do design, a MADE disponta também como plataforma de conteúdo. Para 2018, o tema definido é “Machine Art after Philip Johnson“, inspirado na exposição de 1934 realizada no MoMA, Museu de Arte Moderna de Nova York, com curadoria do arquiteto Philip Johnson, que trouxe em primeira mão o design industrial dentro de uma instituição de arte.

Reprodução fotográfica da mostra original de Philip Johnson realizada em 1939 no MoMA, Nova York, EUA (Acervo MoMA)

Os objetos utilitários foram elevados ao status de escultura e promoveram uma reflexão sobre o homem e a máquina. A ação que dá nome ao evento norteia todo o quesito cenográfico da feira onde serão abordadas as novas relações entre indústria, designer e consumo. O tema se atualiza frente às transformações culturais e questiona como aliar criação e industrialização para manter o design relevante.

Destaques das exposições no tema “Machine Art after Philip Johnson

Philip Johnson: Machine Art Revisited – Exposição tema desse ano para o qual se criou um espaço com reproduções de fotos da exposição original de 1934 em grande formato, e uma das instalações foi recriada dentro da feira, sob o olhar da Curadora Chefe e Diretora Criativa da Fundação Glass House, Hilary Lewis;

Expo “Philip Johnson: Machine Art Revisited” no MADE 2018, Pavilhão da Bienal (Massimo Failutti)

Operários – Com a escolha do Machine Art como tema da feira, o artista plástico Marcelo Tolentino propõe um painel para o espaço da Mitsubishi com o objetivo de mostrar uma outra parte fundamental do processo industrial: as pessoas por trás das máquinas. Numa releitura da clássica pintura “Operários” de Tarsila do Amaral, a ideia é retratar, utilizando o barro como matéria-prima, parte do quadro de funcionários da própria Mitsubishi, patrocinador do evento;

Painel de Marcelo Tolentino faz releitura de “Operários” de Tarsila do Amaral com quadro de funcionários da patrocinadora do espaço, a Mitsubishi (Massimo Failutti)

Sand Project for Atelier NL (Holanda) –  Essa exposição com a curadoria de Jorn Konijn será mostrada pela primeira vez fora da Europa. Serão apresentados objetos de vidro feitos com areia recolhida de diversas partes do mundo, confrontando a indústria que geralmente só utiliza a mais pura e branca sílica. Através de uma forte pesquisa feita para o projeto, o Atelier NL aborda o universo do design e meio-ambiente de forma lúdica e única.

Projeto holandês apresenta objetos de vidro feitos com areia recolhida de diversas parte do mundo (Reprodução)

Paralelo

Talks – Programados a acontecer no Centro Cultural Bradesco Private Bank,  e entre os palestrantes convidados estão Hilary Lewis, Curadora Chefe e Diretora Criativa da Fundação Glass House (responsável da expo principal do evento: “Philip Johnson: Machine Art Revisited“); o designer russo Sergei Streltsov, reconhecido pelo trabalho frente grandes marcas como BMW, Jaguar, Adidas, Samsumg, etc.; e Dries van Wagenberg, a designer holandesa do Sand Project for Atelier NL;

Centro Cultural Bradesco Private Bank (Massimo Failutti)

Clique aqui para visualizar a programação completa

Prêmio Bradesco Private Bank MADE de Design & Arte – Irá reconhecer o design autoral nacional e nomeará o melhor produto de cada espaço identificado dentro do evento: Coletivo 5M, Coletivo 10M, Galeria e Handmade, considerando a inventividade, acabamento e qualidade, com troféu especialmente desenvolvido pelo designer sul-coreano Kwangho Lee, homenageado de 2017. Os ganhadores serão divulgados durante cerimônia especial na noite de sábado, 30 de junho, às 20h, no Centro Cultural Bradesco Private Bank, o mesmo dos talks;

Gastro MADE – Como grande novidade desta edição, a feira apresenta seu espaço dedicado às marcas de gastronomia que valorizam a produção artesanal. Com curadoria da jornalista Beta Germano, o espaço receberá cerca de 20 expositores que apresentarão o que há de melhor em seus
cardápios para apreciação dos visitantes da feira;

Espaço Gastro MADE (Massimo Failutti)

CoDesign – Pela primeira vez a MADE terá um espaço compartilhado para troca de experiência. CoDesign, especialista no conceito de coworking direcionado às marcas e aos profissionais da área de design e arquitetura, ambientará um espaço exclusivo na feira. O layout tem à frente o designer e
professor de pós-graduação do IED, Sérgio Cabral, e seleção de objetos por Virgínia Lamarco.

Espaço CoDesign (Massimo Failutti)

Serviço – MADE SÃO PAULO 2018

Data: De 27 de junho a 1º de julho de 2018.
Local: Pavilhão da Bienal – Ibirapuera
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – São Paulo/SP
Horários de funcionamento:
• 27, 28 e 29/06: Quarta a Sexta, das 13h às 21h
• 30/06: Sábado, das 12h às 21h
• 01/07: Domingo, das 12h às 19h (bilheteria até as 18h)
Ingresso: 30,00 reais (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada)

Sitehttps://www.mercadodeartedesign.com/
Redes Sociais:
https://www.facebook.com/mercadoartedesign
Evento no FB: clique aqui
https://www.instagram.com/mercadoartedesign/

Panorama MADE 2018 no Pavilhão da Bienal (Massimo Failutti)
Panorama MADE 2018 no Pavilhão da Bienal (Massimo Failutti)
Panorama MADE 2018 no Pavilhão da Bienal (Massimo Failutti)

HOTEL OFICIAL: Tivoli Mofarrej São Paulo
Endereço: Alameda Santos, 1437 – Cerqueira César – SP
(código promocional entre 23/6 e 30/6: TIVOLIART)

Bistrô Tivoli do Hotel Tivoli Mofarrej SP (R. Gushiken/SP da garoa)
Bistrô Tivoli do Hotel Tivoli Mofarrej SP (R. Gushiken/SP da garoa)

Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
Redação SP da garoa
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa! Tudo sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da nossa terra da garoa.

Comentários

Comentários

Tagged