Da Rússia ao Brasil: Pussy Riot e seu ativismo político

SP da cultura SP da literatura

Coletivo ativista russo foi a atração principal do festival “Garotas à Frente”, ocorrido no dia 20/04 no Fabrique Club (SP), que também contou com workshops, exposições e vendas de livros no universo feminista.

O ativismo Pussy Riot em prol de Marielle Franco

Formado por mulheres, em sua maioria, com os rostos cobertos de gorros coloridos para não serem identificados, o coletivo performático da Rússia, Pussy Riot, veio pela primeira vez ao Brasil, se apresentando no festival Abril Pro Rock em Recife (19/04), e no no festival Garotas à Frente em São Paulo (20/04).

Nos palcos brasileiros, o coletivo ficou representado pela sua líder e fundadora Nadezhda Tolokonnikova (Nadya) e pelo integrante (de nome não identificado) que toca as bases de guitarra, baixo e programações de bateria.

O vídeo de fevereiro de 2012 que viralizou e tornou o Pussy Riot famoso no mundo, onde mostra cinco mulheres integrantes que entraram com instrumentos e amplificadores na Catedral de Cristo Salvador no centro de Moscou (Rússia), e fizeram a oração punk “Virgem Maria, Tire o Putin do Poder” (Reprodução Youtube).

Pussy Riot – Oração Punk “Virgem Maria, Tire o Putin do Poder” em São Paulo no Festival Garotas à Frente

Performance dessa oração punk, ao vivo no palco do Fabrique Club, em SP (20/04/2019 – Captação da cobertura exclusiva SP da garoa / R. Gushiken).

A viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, que subiu ao palco na apresentação do coletivo no festival Abril Pro Rock, em Recife (19/04/2019 – Reprodução Instagram @wearepussyriot).


Conhecido no mundo afora pelas suas posições contrárias a governos autoritários e ao sexismo, por aqui no Brasil, o coletivo não iria ficar indiferente, tanto que, levou a viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, ao palco em Recife, e no de São Paulo, Nadya levantou uma faixa que continha o dizer: “Fora Bolsonaro” (ao contrário das reações da banda norte-americana Dead Kennedys, em recente polêmica por causa da arte de divulgação de sua turnê brasileira publicada nas redes sociais).

Clique nas imagens para visualizar em tamanho maior:


O festival Garotas à Frente

Pussy Riot foi o headliner do festival ocorrido no Fabrique Club, região da Barra Funda em São Paulo, que também contou com as atrações musicais brasileiras: Bloody Mary Una Chica Band e Sapataria. Subiu ao palco também, Ingrid Martins do Slam das Minas, que recitou os seus versos no estilo do poetry slam.

Clique nas imagens para visualizar em tamanho maior:


Complementando esse universo de ativismo feminista, ou seja, uma celebração da participação ativa das mulheres em todos os âmbitos da sociedade, o festival continha workshops de stencil art e lambe-lambe comandado pelas meninas do Girls Rock Camp Brasil, acompanhadas de uma exposição dessas obras e de outras artistas importantes (com ilustrações, grafites, etc.) como as famosas Guerrilla Girls, um coletivo de arte fundado no ano de 1985 em Nova York (EUA), que luta contra o preconceito no cenário artístico ao questionar a ausência de obras feitas por mulheres em museus. E para quem se lembrar, em 2017, ganhou uma exposição individual no MASP.


E por fim, representando o campo literário, o festival também foi marcado pelo lançamento de dois títulos de livros, à venda no dia. Um, lançado pela Powerline, o “Garotas à Frente” (que deu nome ao festival), tradução do livro “Girls To The Front” de Sara Marcus que conta a cena Riot Girl americana encabeçada pela banda Bikini Kill, liderada por Kathleen Hanna, e que recentemente voltou a se apresentar nos palcos. O outro, lançado pela Ubu Editora, na tradução foi intitulado de “Um Guia Pussy Riot para o Ativismo“, escrito por Nadya do Pussy Riot, no qual relata a sua experiência como ativista.


Serviço – Pussy Riot no festival Garotas à Frente:

Evento: https://www.facebook.com/events/285488125446518/
Data: 20 de abril de 2019
Horário: a partir das 16 horas
Local: Fabrique Club
Endereço: Rua Barra Funda, 1071 (Barra Funda – SP)
Ingressos online: R$ 80,00 (1º lote – promocional e estudante), R$ 100,00 (2º lote – promocional e estudante)
https://pixelticket.com.br/eventos/3119/festival-garotas-a-frente-pussy-riot
Censura: 12 anos

Arte de divulgação do festival

Euzinho (Rafael Gushiken) no espaço de exposições – “ReSISTERS”


Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
Rafael Gushiken

Rafael Gushiken

Idealizador e editor-chefe at São Paulo da garoa
Rafael Gushiken é o idealizador e editor-chefe do portal São Paulo da garoa, para o qual seleciona as melhores dicas sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da terra da garoa; com a realização de exclusivas coberturas jornalísticas de eventos e passeios de interesse ao público paulistano e paulista em geral. É publicitário de formação, especializado em Marketing e Conteúdo Digital, Assessoria de Imprensa e Relações Públicas; e se "aventura" como fotógrafo e curador cultural.

Comentários

Comentários

Tagged