Reforma do Pacaembu: Um novo capítulo

SP da história

Demolição do Tobogã, que outrora ficava a Concha Acústica no mesmo espaço, marca o início das reformas no estádio do Pacaembu pela concessionária que detém outorga do complexo esportivo pelos próximos 35 anos. No lugar será erguido um edifício multifuncional, uma espécie de centro de convenções e eventos.

Foto de capa: Montagem/Reprodução Estadão Conteúdo/Acervo e Simulação Allegra Pacaembu. | Fontes: Uol Esportes, Estadão 01, Estadão 02 e Concessionária do Complexo.

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Concessão à iniciativa privada

Conforme já relatado aqui neste portal, via a matéria “10 fatos e curiosidades dos 80 anos do estádio do Pacaembu”, que o Complexo Esportivo do Pacaembu havia sido concedido para a iniciativa privada, a partir do dia 25 de janeiro de 2020.

Tal data (coincidentemente, também é o aniversário da cidade de SP) marcou o início da nova gestão pelos próximos 35 anos da concessionária Allegra (ganhadora da licitação). Esta ficou responsável pela série de reformas e restauros do Pacaembu, com um investimento de R$ 300 milhões, excluindo a praça Charles Miller e o Museu do Futebol que ficaram fora da concessão.

“Início dos trabalhos” somente em 2021

Porém, a obra começou oficialmente a partir de 29 de junho de 2021, e antes disso não estava autorizada, devida a uma decisão judicial de 31 de março, deste ano, quando uma liminar impediu o início da reforma sob alegação de que a intervenção no conjunto preservado feria o patrimônio histórico ao prever a derrubada do Tobogã, a arquibancada construída em 1970.

Mas uma nova decisão, de 16 de junho, anulou a anterior, e por fim, a autorização para a reforma foi publicada no Diário Oficial do Município, justamente na data que se iniciou a obra (29/06/2021). Até o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), participou de solenidade no estádio, e marcou a abertura dos trabalhos de renovação do complexo esportivo Paulo Machado de Carvalho (o nome oficial do estádio).

Demolição do Tobogã e início de um novo capítulo

A expectativa é que a demolição da estrutura do conhecido Tobogã, termine em até quatro meses (outubro de 2021), mas o estádio só deve ser reaberto na virada de 2023 para 2024.

A demolição está sendo feita sem o uso de explosivos por causa do risco estrutural ao ginásio, que fica logo atrás. Serão apenas usados equipamentos como marteletes, escavadeiras e tesouras hidráulicas. No lugar serão construídos uma esplanada e um prédio comercial de cinco andares e quatro subsolos, totalizando 44 mil metros quadrados de área construída.

De acordo com o projeto, o edifício abrigará um centro de convenções e eventos, além de um estacionamento no subsolo. O andar térreo terá áreas interligadas como um espaço ao ar livre com vista para o gramado, uma praça interna de convivência com restaurantes, cafés e serviços, conectando as ruas ao redor do estádio. O projeto ainda prevê um centro esportivo e uma arena voltada a eSports.

Clique abaixo e reveja a matéria na íntegra: “10 fatos e curiosidades dos 80 anos do estádio do Pacaembu

Serviço — Complexo Esportivo do Pacaembu:

Endereço: Rua Capivari, s/n – Portão 23 – Pacaembu, São Paulo – SP, CEP: 01246-020
Horário de funcionamento: Temporariamente fechado
Site oficial: https://pacaembuoficial.com.br/
Redes Sociais: https://www.instagram.com/pacaembu.oficial/ | https://www.facebook.com/pacaembu.oficial

Clique nas imagens e siga-nos no Instagram @spdagaroa!

Deixe seu e-mail para receber notificações de novas matérias publicadas aqui neste portal www.spdagaroa.com.br:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Entre no nosso grupo do Facebook: https://www.facebook.com/groups/spdagaroa/ e seja um membro para saber em primeira mão das nossas matérias recentes e outros conteúdos exclusivos!
The following two tabs change content below.
São Paulo da garoa, São Paulo, que terra boa! Tudo sobre cotidiano, cultura, história, turismo e gastronomia da nossa terra da garoa.

Comentários

Comentários

Tagged